Quarta edição da Corrida Contra Corrupção acontece no dia 11 de agosto

Evento, que visa conscientizar a população sobre a importância dos trabalhos realizados pela Polícia Federal, está com as inscrições abertas

Reprodução/ FacebookReprodução/ Facebook

atualizado 12/06/2019 7:08

A Corrida Contra Corrupção já virou tradição em Brasília. A ação anual movimenta a cidade desde 2016 com atividades esportivas que visam conscientizar a população sobre a importância dos trabalhos efetuados pela Polícia Federal (PF). A quarta edição do evento, marcada para às 8h do dia 11 de agosto, promete ser a maior já realizada até então, levando milhares de brasilienses à Esplanada dos Ministérios.

Idealizada pela Associação Nacional dos Delegados de Polícia Federal (ADPF), a corrida também tem como objetivo apoiar a autonomia funcional, administrativa e econômica da categoria. “Sob o lema ‘Quem protege você também precisa de proteção’, a iniciativa busca dar força ao combate à corrupção, além de contribuir para o fortalecimento da PF”, explica o diretor regional da ADPF, Luciano Leiro.

Atletas e amadores que têm interesse em abraçar a causa podem participar de três modalidades: 3 km de caminhada (aberto para crianças), 6 km e 12 km de corrida (a partir dos 15 anos). As inscrições podem ser feitas pelo site até o dia 6 de agosto.

Até 30 de junho, os participantes pagam o valor promocional de R$ 50 para as categorias de corrida. Quem quiser caminhar desembolsa R$ 40. Pessoas com idade superior a 60 anos ganham 50% de desconto no valor integral da inscrição. Já as crianças contribuem com R$ 30. Parte do dinheiro arrecadado será doado para o Instituto Batucar, projeto brasiliense que atua na promoção de cultura, lazer e educação.

Fora suar a camisa, os participantes poderão curtir o show da banda Magoo, conhecida na capital federal por tocar clássicos do rock. “A expectativa de público para este ano é de 2,5 mil presentes. A adesão cresce a cada edição por aceitarmos pessoas de todas as idades, o que proporciona um ambiente agradável, seguro e familiar”, frisa Luciano Leiro.

Últimas notícias