Abertas as inscrições para concursos do BRB. Cadastro vai até julho

Já é possível se inscrever em dois dos três certames promovidos pela instituição financeira neste ano

Igo Estrela/MetrópolesIgo Estrela/Metrópoles

atualizado 11/06/2019 23:34

O Banco de Brasília (BRB) abriu as inscrições para dois dos três concursos públicos promovidos pela instituição financeira neste ano. O cadastro nos certames dos níveis médio e superior (exceto para advogado) está aberto e deve ser feito até 15 de julho, por meio do site do Instituto Americano de Desenvolvimento (Iades).

São 100 oportunidades de nível médio, para o cargo de escriturário. Os aprovados vão cumprir jornada de seis horas diárias e ganhar, inicialmente, R$ 3.204,26. É necessário ter certificado de conclusão de ensino médio devidamente registrado. A taxa de inscrição custa R$ 56, podendo ser paga até 16 de julho.

Para ensino superior, há 12 vagas disponíveis. Os cargos oferecidos são de analista de tecnologia da informação, engenheiro de segurança do trabalho e médico do trabalho.

Na carreira de analista, são 10 oportunidades e a remuneração é de R$ 7.960,22. Para a função de engenheiro de segurança do trabalho, foi disponibilizada apenas uma vaga, com salário de R$ 11.041,46. Nesses dois casos, são seis horas diárias de expediente, somando 30 horas semanais.

A jornada de trabalho é menor para o único posto de médico do trabalho: quatro horas diárias (ou 20 horas semanais), e o salário é de R$ 9.873,24. Nas três carreiras, o valor da taxa de inscrição é R$ 63 e deve ser pago até 16 de julho.

Advogado

terceiro edital do BRB oferece uma vaga para o cargo de advogado. No entanto, as inscrições para esse certame começam mais tarde, em 23 de junho. O cadastro vai até 29 de julho.

Para concorrer, é preciso ter graduação em direito e registro na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). A remuneração é de R$ 19,5 mil, acrescida de benefícios, como participação nos lucros da empresa, possibilidade de participação em plano de saúde e plano de Previdência complementar, auxílio-refeição e auxílio-alimentação. A jornada de trabalho é de oito horas diárias.

Últimas notícias